Coronavírus: O que é, riscos e prevenção.

[+] NOTÍCIAS

Março/2020

Com o objetivo de colaborar com a orientação sobre o Coronavírus, criamos um compilado de informações que pode te ajudar a entender um pouco mais sobre esse assunto e como podemos reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o Coronavírus.

O que é?

É uma grande família de vírus, dentre os vários tipos de vírus, que faz parte dessa família, os mais conhecidos até o momento são o SARS-CoV e o MERS-CoV. Estes vírus podem causar infecções respiratórias em seres humanos e em animais.

Recentemente foi identificado um novo grupo desse vírus, o SARS-CoV-2, que tem causado doenças respiratórias, onde inicialmente foi identificado na China, chamada de COVID-19, conhecido como Coronavírus.

Como é transmitido?

As investigações sobre as formas de transmissão do Coronavírus ainda estão em estudo, mas a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo.

Diante das análises realizadas até o momento, não está claro com que facilidade o Coronavírus se espalha de pessoa para pessoa.

No entanto, a transmissão dos Coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.
  • Via animais (Origem na China é associada ao consumo de carne de animais silvestres)

Quais são os Sintomas?

Os Coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe.

Os sinais e sintomas do Coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o Coronavírus ainda precisa de mais evidências e análises para concluir os sinais e sintomas da doença. 

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

  • Febre.
  • Tosse
  • (seca ou com secreção)
  • Dificuldade para respirar.
  • Insuficiência renal em casos graves
  • Outros sintomas;
  • Dores no Corpo
  • Congestionamento nasal
  • Inflamação na garganta
  • Diarreia

Como é feito o diagnóstico?

Conforme orientação do Ministério da Saúde, as amostras deverão ser encaminhadas para os Laboratórios Centrais de Saúde Pública (LACEN) e Centros Nacionais de Influenza de Referência (FIOCRUZ, Evandro Chagas e Adolph Lutz) para confirmação diagnóstica, sempre que o paciente atender a definição de caso suspeito de COVID-19.

Para confirmar a doença é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o RNA viral. O diagnóstico do Coronavírus. Os casos graves são encaminhados a um Hospital de Referência para isolamento e tratamento. Os casos leves são acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

Tratamento 

Até o momento, não existe vacina ou medicamento específico disponível para o COVID-19.

O tratamento é feito com base nos sintomas de cada paciente.

No momento há os seguintes cuidados recomendados: Repouso; Ingestão de líquidos; Medidas para aliviar os sintomas, como analgésicos e antitérmicos, desde que prescritos somente pelo médico.

 E, em casos de maior gravidade, procurar imediatamente o serviço médico.

Prevenção

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o Coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos até a metade do pulso, esfregando também as partes internas das unhas.
  • Usar álcool 70% para limpar as mãos antes de encostar em áreas como olhos, nariz e boca
  • Tossir ou espirrar levando o rosto à parte interna do cotovelo
  • Evitar multidões
  • Usar máscara (caso apresente sintomas)
  • Limpar com álcool objetos tocados frequentemente
  • Evitar sair de casa, caso apresente algum sintoma da gripe

Para mais informações

O Ministério da Saúde disponibiliza o canal telefônico 136 com conteúdo específico sobre o novo Coronavírus, o COVID-19, para cidadãos e profissionais de saúde (médicos e enfermeiros).

O serviço do 136 para o cidadão funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana e, para médicos e enfermeiros funciona de segunda a sexta das 8h às 17h30 e, a partir de abril, das 8h às 20h.


Instagram | Facebook | www.vilavelha.com.br

3 comentários em “Coronavírus: O que é, riscos e prevenção.

Deixe uma resposta